GEARE

GEARE-DEPI e EDUCORP finalizam curso de capacitação para elaboração do Plano de Gerenciamento de Resíduos Local

A Coordenadoria de Gestão Ambiental e de Resíduos – GEARE, ligada à Diretoria Executiva de Planejamento Integrado – DEPI, em parceria com a Escola de Educação Corporativa da Unicamp – EDUCORP, finalizou em dezembro de 2022 o curso para elaboração do Plano de Gerenciamento de Resíduos Local – PGRL de 13 unidades/órgãos administrativos. 

Esta foi a primeira turma para elaboração do PGRL de unidades/órgãos administrativos que normalmente não geram resíduos perigosos. O curso contemplou o gerenciamento de todos os resíduos sólidos comuns (recicláveis e não recicláveis), além de informar a existência do programa de gerenciamento de resíduos da construção civil e as exigências do órgão ambiental do estado de São Paulo relativas à destinação de resíduos. Foram 5 aulas para a parte teórica e 4 aulas para as apresentações dos planos das unidades participantes. Os encontros foram presenciais, totalizando 25 horas de aulas. Houve também 5 encontros virtuais para assessoria durante a elaboração do PGRL, totalizando 8 horas.

Participaram do curso, indicados pela direção da unidade/órgão que ficaram responsáveis pela elaboração, implantação e implementação do PGRL. Foram capacitados 26 servidores das seguintes unidades e órgãos: BBCL, Casa do Lago, CCUEC, Cis Guanabara, DAC, EDUCORP, EXTECAMP, GR, LUME, Moradia estudantil, NIPE, ProFIS, SAE e SIARQ.

Facilitadoras Fabiana e Rosângela do CCUEC apresentando o PGRL da unidade.

Das 19 unidades ou órgãos participantes, 17 apresentaram o Plano de Gestão de Resíduos Local. A entrega dos planos foi o trabalho de conclusão das atividades do curso.

Para este ano, teremos mais duas turmas para elaboração do PGRL administrativo, a primeira com início em março e a segunda em agosto de 2023.

É premente que haja ações educativas socioambientais de capilaridade em cada unidade ou órgão para execução do PGRL, em busca de uma universidade mais sustentável.

Agradecemos a EDUCORP pela parceria e a GEARE pela coordenação e realização da capacitação, em especial aos servidores Regina Clélia da Costa Mesquita Micaroni,  Washington Roberto Rodrigues da Silva e Amanda Roberta de Almeida responsáveis pelas aulas.

Facilitador Felipe da Moradia Estudantil apresentando o PGRL da unidade.

Facilitador Elson da EDUCORP apresentando o PGRL da unidade.

UNICAMP renova Licença de Operação da área médica junto à CETESB através da DEPI/GEARE

A DEPI-GEARE, órgão responsável pela interlocução da Unicamp com a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (CETESB), obteve a renovação  da Licença de Operação (LO), com validade até 15/04/2025 para as unidades: Hospital de Clínicas (HC), Faculdade de Ciências Médicas (FCM), Hospital da Mulher Prof. Dr. José Aristodemo Pinotti (Caism), Centro de Diagnóstico do Aparelho Digestivo (Gastrocentro), Centro de Hematologia e Hemoterapia da Unicamp (Hemocentro), Centro de Saúde da Comunidade (Cecom) e Laboratórios de Pesquisa de Doenças (Instituto de Biologia – IB e Faculdade de Ciências Farmacêuticas – FCF).

A licença foi renovada após o atendimento de todas as exigências do órgão em relação às normas ambientais, evidenciando que a Universidade atende integralmente à legislação vigente.

DEPI/GEARE apresenta trabalho na 4ª Conferência Campus Sustentável – Leiria – Portugal

A Coordenadoria de Gestão Ambiental e de Resíduos – GEARE, ligada à Diretoria Executiva de Planejamento Integrado – DEPI, apresentou um importante trabalho na 4ª edição da Conferência Campus Sustentável – CCS 2022 organizada pelo Instituto Politécnico de Leiria – Portugal.

O trabalho intitulado “Gestão de Resíduos Biológicos da Universidade Estadual de Campinas – Unicamp – São Paulo – Brasil” foi selecionado para apresentação oral e teve como principal objetivo formalizar os procedimentos técnicos para o manejo dos resíduos biológicos nas unidades de ensino, pesquisa e extensão, não prestadoras de assistência à saúde, porém geradoras de resíduos biológicos.

Para essa formalização, os procedimentos técnicos já utilizados nas áreas de saúde, baseados nas legislações vigentes, foram reestruturados para abranger resíduos biológicos, não gerados em serviços de assistência à saúde, porém que precisam seguir as normas para uma destinação final ambientalmente adequada. 

Após elaboração dos procedimentos, 32 unidades e órgãos, abrangendo 105 servidores das áreas de ensino, pesquisa e extensão foram orientados. Dentre as unidades treinadas, podemos citar as Faculdades de Engenharia de Alimentos, Engenharia Química e Engenharia Agrícola, Instituto de Química, Centro Multidisciplinar de Investigação Biológica na Área da Ciência de Animais de Laboratório, entre outras.

Concomitante à implantação dos procedimentos técnicos nas áreas, houve uma instrução para os geradores dos resíduos registrarem o resíduo biológico gerado, no sistema de gerenciamento on-line de resíduos – SIGOR, administrado pelo órgão fiscalizador Companhia Ambiental do Estado de São Paulo – CETESB.

Os procedimentos e orientações despertaram aos geradores uma visão crítica do manejo dos resíduos biológicos na sua área de atuação, desencadeando ações para não geração, redução, reutilização e reciclagem de resíduos, em conformidade com a Política Nacional de Resíduos Sólidos – PNRS. Houve também uma sensibilização dos servidores a compartilhar o conhecimento adquirido no seu local de trabalho, capilarizando o aprendizado, aumentando a rede de divulgação das questões de gestão de resíduos e evidenciando a etapa de segregação que possibilita o reuso/reciclagem do resíduo.

Este trabalho constitui parte importante da atuação da GEARE para o manejo seguro dos resíduos perigosos gerados nas unidades e órgãos da Universidade.

DEPI/GEARE apresenta três trabalhos na 8ª edição do SIMTEC

A Coordenadoria de Gestão Ambiental e de Resíduos – GEARE, ligada à Diretoria Executiva de Planejamento Integrado – DEPI, apresentou três importantes trabalhos, na 8ª edição do Simpósio de Profissionais da Unicamp – SimTec. Este simpósio comemorou 25 anos de histórias, conquistas e desafios profissionais dos servidores da Unicamp.

Os trabalhos apresentados constituem parte importante da atuação da GEARE para o manejo seguro dos resíduos perigosos gerados nas unidades e órgãos da Universidade. Os resumos tiveram como tema a atuação da GEARE, o Plano de Gerenciamento de Resíduos da DEPI e a capacitação para o manejo dos resíduos da construção civil.

O trabalho “Atuação da DEPI/GEARE na Gestão de Resíduos”, abordou os serviços de destinação de resíduos perigosos e a assessoria prestada pela coordenadoria. Já, o “Plano de Gestão de Resíduos de Área Administrativa (PGRL ADM)” é uma primeira versão do plano para o manejo dos resíduos administrativos aplicado na DEPI, como ponto de partida para as demais unidades e órgãos que não possuem resíduos perigosos. Finalmente, o terceiro resumo “Formação de servidores para elaboração do Plano de Gerenciamento de Resíduos da Construção Civil (RCC)” apresentou um dos eixos centrais da GEARE, na formação continuada dos 130 servidores de 39 unidades e órgãos que irão trabalhar com o manejo do RCC.

I Seminário DEPI – Gestão de Produtos Controlados e de Resíduos reuniu mais de 200 participantes presenciais e on-line

A Diretoria Executiva de Planejamento Integrado da Unicamp (DEPI) realizou no dia 11/10/22 o I Seminário DEPI – Gestão de Produtos Controlados e de Resíduos. O evento foi realizado em formato híbrido no Centro de Convenções da Unicamp, com transmissão simultânea pelo canal da DEPI no Youtube. 

Em sua primeira edição, o evento reuniu presencialmente e virtualmente mais de 200 participantes de diferentes universidades brasileiras e empresas do ramo químico.

Dra. Regina Mesquita Micaroni – Coordenadora da Gestão Ambiental e de Resíduos (GEARE) – DEPI

O I Seminário DEPI foi dividido em dois blocos, no período da manhã as palestras foram sobre Produtos Controlados, e no período da tarde sobre Resíduos. Os participantes puderam esclarecer suas dúvidas com representantes dos principais Órgãos Reguladores no assunto. Proferiram palestras no evento, o Delegado da Polícia Federal Edson Geraldo de Souza; o Coronel Marcelo Ryu da 11ª Brigada de Infantaria Mecanizada da 2ª Região Militar; Adonai Guimarães Pinto e João Luiz Potenza (CETESB); Ilerson Mello (Solvay Industrial); Dra. Janaína Conrado Lyra da Fonseca (IQ/UNESP Araraquara); Fabiana Yoshinaga e Dra. Regina Mesquita Micaroni, coordenadoras respectivamente do Escritório de Produtos Controlados e da Gestão Ambiental e de Resíduos (GEARE) da Unicamp.

Fabiana Yoshinaga – Coordenadora do Escritório de Produtos Controlados – DEPI

Para quem não participou do evento e para aqueles que desejam rever alguma palestra, a gravação do evento está disponível no canal da DEPI no Youtube (https://youtu.be/LIf-ax4jlT0). 

A transmissão está disponível no canal do YouTube da DEPI

DEPI/GEARE realiza a 1ª edição do curso para elaboração do Plano de Gestão de Resíduos Local – PGRL para as áreas administrativas

DEPI/GEARE realiza a 1ª edição do curso presencial para elaboração do Plano de Gestão de Resíduos Local – PGRL nas áreas administrativas, de todos os campi da Unicamp. O curso é oferecido pela GEARE através da EDUCORP. Nesta etapa foi priorizada a formação das unidades e órgãos que não geram resíduos perigosos. Estão participando 19 unidades e órgãos, num total de 25 servidores.

Amanda Almeida e Washington Roberto, da equipe GEARE, ministrantes do curso

Essa formação foi planejada e coordenada pela Educação para a Gestão de Resíduos da GEARE e faz parte do plano de capacitação para a ferramenta PGRLe para capilarização do Programa de Gestão de Resíduos da Unicamp, bem como dos Protocolos de Manejo de cada tipologia de resíduo. Foram abordados no curso: a prevenção da geração de resíduos, o Programa de Resíduos da Construção Civil e o Sistema Estadual de Gerenciamento Online de Resíduos Sólidos da CETESB (SIGOR). No Módulo V do curso os alunos visitaram, em 29/09/2022, a DEPI/GEARE para conhecerem o PGRL DEPI e sua implantação.

Para outubro os alunos do curso irão montar suas comissões e equipes locais, para elaboração dos seus PGRLs com a assessoria da GEARE. Em novembro e dezembro as unidades/órgãos apresentarão seus PGRLs.

A GEARE atua em consonância com as orientações da Câmara Técnica de Gestão de Resíduos (CTGR) e os Programas Ambientais da Universidade validados, visando atender a legislação Federal, Estadual, Municipal e da própria Universidade.

Regina Micaroni, Coordenadora do GEARE

I Seminário DEPI – Gestão de produtos controlados e de resíduos

No dia 11/10/2022 será realizado o I Seminário DEPI, organizado pelo Escritório de Produtos Controlados (EPC) e pela Coordenadoria de Gestão Ambiental e Resíduos (GEARE). O evento será realizado no Centro de Convenções da Unicamp (CDC) no Auditório 3, das 9h às 17h.

No período da manhã, serão apresentadas palestras sobre produtos controlados, com participações de representantes do Escritório de Produtos Controlados da Unicamp, da Polícia Civil do Estado de São Paulo, da Polícia Federal e do Exército Brasileiro.

No período da tarde, o foco será a gestão de resíduos, com palestras de representantes da CETESB São Paulo, da Rhodia, do Instituto de Química da UNESP e da  Coordenadoria de Gestão Ambiental e de Resíduos da UNICAMP.

O evento é gratuito, com emissão de certificado de participação.

Os interessados podem fazer a inscrição pelo link:
https://forms.gle/nFBccHESrTc7oHJ17

Contamos com a participação de todos! 

Programação:

9h – Abertura

9:30 às 9:45h – Iniciativas da UNICAMP na gestão de produtos controlados – Fabiana Yoshinaga – DEPI/UNICAMP

09:45 às 10:15h – A Polícia Federal e o controle de produtos químicos no combate à produção de drogas ilícitas –  Delegado Edson Geraldo de Souza – Polícia Federal

10:15 às 10:30h Intervalo

10:30 às 11:00h – O papel dos órgãos de segurança pública no controle de produtos químicos e sua importância na manutenção da segurança – Representante da Polícia Civil do Estado de São Paulo

11:00 às 11:30 – A importância do controle dos produtos para a segurança da comunidade  – Cel. Marcelo Ryu – Exército Brasileiro

11:30 às 12:00h – Debate aberto coordenado pelo Prof. Dr. Marco Aurelio Zezzi Arruda – IQ/UNICAMP

12:00 às 14:00h – Intervalo de Almoço

14:00 às 15:00h – Licenciamento ambiental, Plataforma SIGOR e documentação para destinação de resíduos – Representantes da CETESB São Paulo

15:00 às 15:30h – A adequada gestão de produtos e resíduos químicos é uma responsabilidade global – Ilerson Mello – Responsável por Higiene Ocupacional na Solvay Industrial 

15:30 às 15:50h – Intervalo

15:50 às 16:20h – Gestão de resíduos perigosos em Universidades – Dra. Janaína Conrado Lyra da Fonseca – IQ/UNESP Araraquara

16:20 às 16:30h – Iniciativas da UNICAMP na gestão de resíduos – Regina Mesquita Micaroni – DEPI/UNICAMP

16:30 – 17:00h – Debate aberto coordenado pelo Prof. Dr. Edson Tomaz – FEQ/UNICAMP e encerramento

Repassando as informações:

Quando?
11/10/2022 das 9h às 17h

Onde?
Centro de Convenções da Unicamp (CDC) no Auditório 3

Como participo?
Realizar a inscrição pelo link: https://forms.gle/nFBccHESrTc7oHJ17

Participação da DEPI – GEARE no SEMEIA 2022 rende visibilidade para programas de sustentabilidade na universidade

Desde 2016, a GEARE participa da Semana do Meio Ambiente – SEMEIA, com a Secretaria do Verde, Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Prefeitura Municipal de Campinas, com ações socioeducativas. No período de 4 a 15 de junho de 2022, foram oferecidas 123 atividades com a participação presencial e virtual de mais de dez mil pessoas. O tema da SEMEIA 2022 foi “O Clima muda… e você?”. Neste ano, a Unicamp indicou os professores doutores Edson Thomaz da FEQ e Herling Gregorio Aguilar Alonzo da FCM, que foram homenageados com o Diploma de Mérito Socioambiental “Professor Paulo Nogueira Neto”.

A semana em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente – Unicamp 2022, encerrou suas atividades com o evento realizado na Praça da Paz da Unicamp, promovido e organizado pela Diretoria de Planejamento Integrado (DEPI) e a Gestão Ambiental e de Resíduos (GEARE) no dia 15/06/2022.  Com o tema “Eu e a sustentabilidade na Unicamp”, o evento ofereceu atividades socioeducativas, em parceria com diversos órgãos da universidade. Na abertura, o Prof. Dr. Douglas Galvão, Diretor da Diretoria Executiva de Planejamento Integrado – DEPI, destacou os diversos programas e projetos da DEPI e da Unicamp relacionados à sustentabilidade em seu compromisso em ser uma universidade referência. O dia contou com a participação de aproximadamente 150 pessoas.

Audiodescrição: Em um teatro de arena, imagem em perspectiva e em plano geral de 30 pessoas sentadas nas arquibancadas circulares de concreto do local, voltadas para a direita da imagem. Ao fundo, há várias árvores de grande porte. Todos usam máscara de proteção respiratória e vestem roupas casuais de inverno. Imagem 10 de 19.
Audiodescrição: Em área externa, imagem frontal e à curta distância de um homem em pé que fala ao microfone sem fio segurando-o com a mão direita, enquanto gesticula com o braço esquerdo mantendo-o dobrado e projetado para frente, com a mão aberta. Ele está sob um amplo guardo sol. Às costas dele, em imagem desfocada, há um banner retangular. Ele usa óculos, máscara de proteção respiratória e veste um terno marrom. Imagem 14 de 19.

As atividades planejadas pela GEARE foram desenvolvidas de forma integrada com unidades e órgãos, para promover e dar visibilidade aos programas e projetos realizados cotidianamente, relacionados às questões da gestão ambiental local.

A GEARE desde 2014 incentiva as unidades e órgãos da Unicamp a capilarizar ações educativas locais aproveitando a semana comemorativa, onde destacamos:

A Faculdade de Tecnologia (FT) organizou a SEDEMA 2022, evento organizado pelo projeto de extensão GTCMA (Grupo de Tecnologias e Cuidados com o Meio Ambiente), com o apoio da FT. 

O CECOM realizou uma gincana on line, com funcionários do órgão, nos dias 04 e 11/06/2022, cujo tema “SER/AGIR SUSTENTÁVEL(MENTE)” foi de provocar a sensibilização quanto às iniciativas sustentáveis.

O NEPAM produziu vídeos para sensibilizar para o Dia Mundial do Meio Ambiente, onde cientistas da coalizão Ciência e Sociedade fazem um alerta sobre a urgência de se resgatar princípios e ações de proteção de ecossistemas naturais e populações vulneráveis.

Programação SEMEIA 2022: https://ambientecampinas.wixsite.com/semeia2022/programa%C3%A7%C3%A3o

Programação GEARE:

Floresta Urbana Unicamp A “Natureza” presente em nossas vidas – Hélio Cavalheri Júnior – Projeto Catalogação das árvores na Unicamp –  (com QR CODE) – DEPI – DMA – FECFAU https://floresta-urbana-unicamp-arcgis.hub.arcgis.com/ 

SEDEMA 2022 – FT Unicamp:

https://www.ft.unicamp.br/pt-br/noticias/semana-de-desenvolvimento-em-meio-ambiente-2022

Prefeitura do Campus:

Secretaria Executiva de Comunicação Unicamp (SEC):

https://www.unicamp.br/unicamp/noticias/2022/06/08/semana-do-meio-ambiente-da-unicamp-propoe-um-dia-na-praca-da-paz

https://www.unicamp.br/unicamp/noticias/2022/06/21/um-dia-na-praca-da-paz


NEPAM:

Casa do Lago Unicamp:

https://www.unicamp.br/unicamp/eventos/2022/05/31/domingo-no-lago-tem-programacao-especial-em-homenagem-ao-dia-mundial-do-meio

Agradecimentos:

Secretaria Executiva de Comunicação – informações para divulgação em diversas mídias, entrevistas, filmagens e reportagens com os atores da Floresta Urbana Unicamp; 

CECOM – Canto da Saúde, onde as enfermeiras Inajara e Meire reforçaram os cuidados com a saúde individual e coletiva, mesmo em eventos abertos;

FEF – atividades de alongamento com o funcionário Carlos Zamai e a aluna Vívian Xavier;

Funcionário Florêncio (GEARE), que contribuiu contando sobre a história da Praça da Paz;

FECFAU – funcionário Hélio Cavalheri que desenvolveu o Projeto Floresta Urbana em parceria com Vanderlei Braga (CSus), onde, em plataforma informatizada, identificou e catalogou as árvores daquela faculdade e de algumas árvores da Praça de Paz, com identificação por meio de placa QR-CODE, favorecendo o acesso às informações;  

FEAGRI – funcionário José Maria, do Projeto Recicle, que confeccionou móveis com a reutilização de paletes; 

CSUS – atividade educativa relacionada ao Campus Sustentável e Projeto Energia Limpa, coordenado pelo Prof. Luis Carlos, com os alunos de pós-graduação da FEEC, Paulo Ricardo e João Frederico; 

Restaurante Universitário – fornecimento de frutas da época para posterior compostagem;

FEM – aluno Júlio Ghigiarelli Majeau, com o registo e filmagem aérea do evento na praça;

O Coletivo Humus – alunos Gabriel e Wesley da FECFAU e outros alunos da FEAGRI, que apresentaram um protótipo de composteira;

Prefeitura do campus através da DMA/Áreas Verdes – plantio de duas árvores e caminhada educativa conduzida pelo funcionário Lauro e a aluna Amanda Mello, num roteiro visitando dez árvores identificadas com QR-CODE do Projeto Floresta Urbana Unicamp;

Projeto Olhos do Futuro, apresentado pela professora Danusia que também desenvolve o projeto Moradia Sustentável, coordenado pelo Prof. Dr. Luis Carlos;

FEEC – aluno Arlindo Baré que atua no projeto Campus Sustentável Energia Limpa.;

Agradecimento especial à equipe de Limpeza Urbana, coordenada pela Sra. Fernanda Paschotte.

Geógrafo da DEPI, Marcelo Albieri, desenvolve APP para coletar informações  geográficas e dos atributos das árvores

Mais de 14.400 árvores compõem a flora da Unicamp. Mata Atlântica, Cerrado, Amazônia, Pampa, Caatinga e Pantanal: espécies de todos os biomas brasileiros e de países como Austrália e África do Sul podem ser apreciadas. Árvores nativas e exóticas propiciam um ambiente saudável a quem acessa o campus de Campinas. Mas onde localizá-las e como identificá-las? Para levar essas informações à comunidade, o projeto Floresta Urbana está cadastrando as espécies em um aplicativo. Além disso, um projeto de arborização promete enriquecer ainda mais a flora dos três campi da Universidade.

Dos coloridos ipês a espécies nativas pouco conhecidas, como o jerivá, e estrangeiras, como baobá, um passeio pelo campus possibilita uma experiência sensorial e de aprendizado, além de frutos como pitanga, manga, cajá e jambo.

Por meio do projeto Floresta urbana, placas de QR Code estão sendo afixadas nas árvores para proporcionar a pesquisadores e leigos uma observação mais apurada das plantas. Ao apontar a câmera do celular para a placa, o usuário acessa dados como espécie, época de floração e frutificação, além de informações sobre o sentido cultural das árvores para diferentes grupos. 

O projeto também resultou em um mapa em que é possível conhecer a localização das árvores. Ele está disponível no Atlas da Unicamp e pode ser acessado diretamente neste link. “A Unicamp, à medida que realizava obras no campus, fez um levantamento topográfico que incluiu o mapeamento de árvores. Tivemos a ideia de unificar as informações em um mapa geral. Levantamos mais de 14 mil árvores e sua localização”, conta Vanderlei Braga, geógrafo e coordenador de Geoprocessamento da Coordenadoria de Sustentabilidade, ligada à Diretoria Executiva de Planejamento Integrado (DEPI).

Vanderlei Braga e Marcelo Albieri, da equipe de Geoprocessamento da Unicamp, que está colaborando com o projeto Floresta Urbana
Vanderlei Braga e Marcelo Albieri, da equipe de Geoprocessamento da Unicamp

Floresta Urbana foi idealizado pelo funcionário da Faculdade de Arquitetura e Engenharia Civil, Hélio Cavalheri. O servidor vem cadastrando, na plataforma, milhares de árvores da Unicamp. Seu levantamento identificou, até o momento, 1.969 espécies nativas e 901 exóticas. Também foi sua a ideia do QR Code. Algumas placas já foram colocadas em locais como Faculdade de Engenharia Civil, Arquitetura e Urbanismo (FECFAU), Secretaria Executiva de Comunicação (SEC) e Praça da Paz. O aplicativo para coletar as informações  geográficas e dos atributos das árvores foi desenvolvido na Unicamp pelo geógrafo Marcelo Albieri, da DEPI. Ele também foi responsável por treinar Hélio no uso do app.

Assista à reportagem sobre a trajetória de Hélio Cavalheri:

A Flora como patrimônio do campus

A composição atual da flora do campus nasceu do envolvimento de muitas pessoas. O professor Hermógenes Freitas Filho, fundador da Divisão de Meio Ambiente (DMA), trouxe diversas espécies para a Unicamp. “Ele planejava um grande jardim botânico na Universidade. Foi então construído um viveiro de plantas ornamentais e espécies arbóreas”, conta Camila Santos, coordenadora do Serviço de Áreas Verdes da DMA. Essa construção deu início a uma coleção que, para ela, é um patrimônio ambiental e paisagístico.

Para Camila Santos, coordenadora da Divisão de Meio Ambiente da DMA, as árvores compõem o patrimônio ambiental e paisagístico da Universidade
Para Camila Santos, as árvores compõem o patrimônio ambiental e paisagístico da Universidade

Os professores Hermes Pereira e Mario Tamashiro também contribuíram para a diversidade de espécies no campus. Tamashiro trazia sementes de vários lugares e foi responsável por iniciar o mapeamento da flora, o que resultou no livro Árvores do campus. Esse mapeamento, conta a professora Ingrid Koch (Instituto de Biologia), foi a base para ampliar a identificação das espécies, hoje realizada em parceria com a DEPI, FECFAU e DMA.

Ingrid trabalhou junto aos professores e hoje integra a equipe do projeto Floresta Urbana. “O pontapé inicial foi essa tabela do professor Tamashiro, à qual estamos adicionando mais espécies”, diz. Para ela, o campus tem uma coleção preciosa, que enriquece o ensino em sala de aula com trabalhos de campo. Pesquisadores de outras instituições também vêm à Unicamp realizar estudos.

Ingrid Koch (IB) destaca que o mapeamento é objeto de estudos dentro e fora da Unicamp
Ingrid Koch (IB) destaca que o mapeamento colabora em projetos de pesquisa dentro e fora da Unicamp

Como lembra Maria Gineusa de Medeiros e Souza, coordenadora da DMA, as árvores do campus permitem diversas atividades de educação ambiental, como a Semana do Meio Ambiente, realizada em junho. “Essas atividades fazem parte de uma educação socioambiental, uma sensibilização que pode levar as pessoas a se apaixonarem pelas árvores”.

"As árvores do campus permitem diversas atividades de educação ambiental", afirma Maria Gineusa Souza, coordenadora da DMA
“As árvores do campus permitem diversas atividades de educação ambiental”, afirma Maria Gineusa Souza, coordenadora da DMA

Projeto prevê o plantio de mais árvores

A diversidade da flora da Unicamp será ampliada. O projeto Arborização dos Campi prevê o plantio de 800 árvores em quatro anos no campus de Campinas e 200 nos campi de Piracicaba e Limeira. Ele é desenvolvido pela Prefeitura Universitária, DEPI, Secretaria de Administração Regional (SAR), Moradia Estudantil, IB, CPQBA e FECFAU.

Melhora na qualidade do ar, alimento e conforto para a fauna local, redução das ilhas de calor e minimização do impacto da chuva são alguns dos benefícios da arborização. “O verde também traz bem-estar psicológico às pessoas. O contato com a natureza e o ar puro trazem descanso para a mente”, complementa Ingrid.

Melhora na qualidade do ar, alimento e conforto para a fauna local, redução das ilhas de calor e minimização do impacto da chuva são alguns dos benefícios da arborização
Melhora na qualidade do ar, alimento para a fauna, redução das ilhas de calor são alguns dos benefícios da arborização

Os projetos Floresta Urbana e Arborização dos campi integram um conjunto de medidas voltadas para a sustentabilidade: implantação de corredores ecológicos, recuperação de nascentes, Hub Internacional para o Desenvolvimento Sustentável, implantação de ônibus elétrico e da usina fotovoltaica, entre outros. São iniciativas alinhadas aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas, aos quais a Universidade aderiu.

TEXTO

LIANA COLL

FOTOS

ANTONIO SCARPINETTI

EDIÇÃO DE IMAGEM

PAULO CAVALHERI

Link para notícia original no Jornal da UNICAMP:

https://www.unicamp.br/unicamp/ju/noticias/2022/06/15/arvores-da-unicamp-um-passeio-pelos-biomas-brasileiros?fbclid=IwAR0QgbCPO62sfDMC0G8Z-FYGvZT62RH-BD5vBXTe-1K28EE71pbid-uEqLE

2ª Edição de evento “Cantos que Encantam” será realizado pela DEPI-GEARE (evento adiado para 15/06)

Atenção, devido as chuvas, o evento foi adiado para dia 15/06

Na Semana do Meio Ambiente Unicamp 2022, cujo tema é “Eu e a sustentabilidade na Unicamp”, a SEMEIA Campinas, a Diretoria de Planejamento Integrado (DEPI) e a Gestão Ambiental e Resíduos (GEARE) realiza atividades no dia 10/06/2022 das 9h30 as 14 horas.

Em parceria com a Faculdade de Educação Física (FEF), a Prefeitura do Campus (através da Divisão de Meio Ambiente e Diretoria de Áreas Verdes), o Laboratório Fluxus, a Câmara Técnica de Educação Ambiental CTEA e a Câmara Técnica de Gestão Lixozero Unicamp CTGLZ., será realizado um encontro na Praça da Paz com a segunda edição do “Cantos que Encantam”.

A proposta é a de promover na comunidade universitária ações e práticas do dia a dia que contribuam para a sustentabilidade na Unicamp.
Serão realizadas diversas atividades recreativas: alongamento, caminhada com identificação de árvores com QR CODE, plantio de árvores e oficina lixo zero.

Ao término das atividades do evento, haverá degustação de pães

Semana do Meio Ambiente Unicamp 2022

Uso Sustentável e Cidadão da Praça da Paz

SEMEIA 2022

PROGRAMAÇÃO 10/06/2022 – “Um dia na Praça da Paz”

9:30 horas – Chegança

• Integração – Maria Gineusa de Medeiros e Souza e Washington Roberto Rodrigues da Silva.
• Segurança e saúde (CECOM) – Orientações GT Retomada Unicamp.

10:00 horas – Roda de Abertura

• Sustentabilidade – Alice Helena de Danielli, Arlindo Boré e Danusia Arantes Ferreira.
• A história da praça – Jorge Luiz Florêncio.
• Floresta Urbana Unicamp – Hélio Cavalheri Junior, Júlio Ghigiarelli Majeau e Vanderlei Braga.

10:30 horas – Canto da Saúde

• Alongamento com Carlos Zamai e Vívian Santos Xavier Silva.
• 10:50 horas – Canto Fauna e Flora
• Caminhada “Conhecendo as Árvores da Praça da Paz” – Amanda Alves de Mello e Lauro dos Santos – Áreas Verdes da Divisão de Meio Ambiente/Prefeitura Universitária.
• Plantio de árvores Pau-Brasil e Jambo doado pelo aluno Miquel da Cruz Almeida Rocha – IFCH.

11:40 às 12:40 horas – Conheça os Projetos e Programas

• LixoZero Unicamp – Profa. Dra. Emilia Wanda Rutkowski e Rebecca Lorenzetti Bezerra – FLUXUS
• Floresta Urbana Unicamp Catalogação das árvores com QR CODE – Hélio Cavalheri Júnior – DEPI – DMA – FECFAU.
• Usina Fotovoltaica da FEEC – Prof. Luiz Carlos Pereira da Silva – Campus Sustentável Energia Limpa Unicamp – João Ito e João Lucas.
• Coletivo Humus – Canto da Compostagem – projeto de alunos – FECFAU e FEAGRI

(Distribuição cartilha e biofertilizante).

• Projeto Recicle – José Maria da Silva – FEAGRI.

12:40 horas – Lanche – Pães da Oficina Pãodemia – Alunas do Programa UniversIDADE.

15:50 horas – Encerramento e Agradecimento aos Parceiros: Áreas Verdes DMA/Prefeitura Universitária, Campus Sustentável CTGE, CECOM, CTEA, CTG Lixo Zero Unicamp, FEF e FLUXUS.

Para acessar a programação completa da SEMEIA Campinas acesso os links:

https://portal.campinas.sp.gov.br/noticia/44607

https://ambientecampinas.wixsite.com/semeia2022

https://portal.campinas.sp.gov.br/noticia/44607

Confira um vídeo da produção dos pães que serão oferecidos através da iniciativa Pãodemia!