Coordenadoria de Orçamento e Apoio Técnico

A Coordenadoria de Gestão Técnica é responsável por elaborar a pasta técnica para a contratação das obras referentes às demandas da DEPI e assessorar tecnicamente no processo de licitação das mesmas, cuidar do acervo de projetos da Universidade e produzir modelos de documentos para as Unidades utilizarem na contratação de obras, entre outras atividades relacionadas. Sob a Coordenadoria de Planejamento Territorial e Obras, assessora a Coordenadoria de Fiscalização e demais setores da DEPI nos processos de obras e assuntos correlatos.

  • Dar apoio administrativo e técnico à equipe de fiscalização da DEPI, visando a qualidade dos serviços prestados;
  • Participar tecnicamente do processo de contratação de obras e serviços de engenharia da DEPI, realizando a elaboração da pasta técnica e o assessoramento técnico durante a licitação, de acordo com os padrões exigidos e legislações pertinentes.

A Gestão Técnica engloba as seguintes atividades:

  • Elaborar e fornecer relatórios de situação, de custos e de produtividade de obras;
  • Realizar a interface com Órgãos Técnicos e de Gestão de Contratos da Universidade, bem como com Órgãos externos nos assuntos referentes às obras;
  • Acompanhar a formalização dos Termos Aditivos de obras junto à DGA/Contratos até sua publicação;
  • Coordenar os Termos de Recebimento Provisório e Definitivo das obras e serviços concluídos;
  • Coordenar e administrar a elaboração da minuta de Atestado de Capacidade Técnica;
  • Administrar o relatório anual da Previsão Orçamentária dos Contratos vigentes;
  • Elaborar, gerar documentos e relatórios de qualquer natureza sobre os empreendimentos da DEPI;
  • Elaboração de subsídios técnicos para contratação de obras e serviços de engenharia;
  • Atualização de orçamentos de obras e serviços de engenharia e elaboração de orçamentos para aditivos;
  • Assessoria técnica durante a licitação de obras e serviços de engenharia da DEPI.

A Unicamp possui uma história que pode ser contada através de seu acervo de projetos. Vários estudos, pesquisas, intervenções urbanas, planejamento, entre outras formas de trabalho, fazem uso deste acervo como base para o desenvolvimento de atividades cotidianas da/na/para a Universidade. No entanto, mais que isso, trata-se de informações que ajudam a construir uma identidade para a Unicamp, à medida que boa parte destes projetos se cristalizaram no território e abrigam toda uma população de alunos, funcionários e professores (além dos pacientes e acompanhantes nos hospitais universitários).

Acervo de projetos:

Ao longo do tempo, a manutenção do cadastro dos projetos da Unicamp dependeram da iniciativa de alguns servidores, sobretudo das áreas de projetos que existiram na Universidade (ESTEC, CPROJ, CPO etc.), que organizaram as informações em diversos formatos, condizentes com os procedimentos e tecnologias disponíveis em cada época.

Tipos organizacionais

No acervo de projetos atual da Universidade, há dois tipos de organização (e busca) das informações, que refletem estes diferentes momentos:

  1. Projetos digitalizados: conjunto histórico de plantas em papel, armazenadas em tubos numerados, que foram digitalizadas, embora mantida a lógica de armazenamento pela numeração dos tubos (foram criados diretórios para cada tubo). A busca por informações pode ser realizada através de filtros em uma planilha, onde são mantidas as informações de localização (tubo) de cada projeto digitalizado;

  2. Arquivos de projetos: conjunto mais recente de projetos, em sua maioria vetorizado em formato CAD, cuja distribuição dos arquivos é realizada por pastas separadas pelas quadras da Universidade e número das edificações na quadra.