Projeto Estratégico Novo modelo para gestão de obras da Unicamp

 

A partir da ótica do planejamento integrado, a DEPI está implantando um novo modelo para a gestão de empreendimentos na Unicamp, projeto que foi aprovado na Comissão de Planejamento Estratégico Institucional – COPEI.

 

Os princípios norteadores são:

  1. Forte vínculo entre planejamento estratégico e o investimento em obras.
  2. Método estruturado e processo definido de decisão, baseado em metodologias multicritério.
  3. Organização das demandas em listas por tipo de obra, estabelecendo uma sequência de prioridades.
  4. Foco nos resultados para a comunidade acadêmica e para a sociedade, de forma integrada.
  5. Metodologias de gestão baseadas em ferramentas de gestão por processos, por projetos e melhoria contínua.

Vários são os desafios neste tema da Gestão de Obras. O ambiente complexo onde a universidade está inserida impõe grandes desafios no que diz respeito ao planejamento dos empreendimentos para que se consiga responder à altura das necessidades da instituição.

 

Atores deste novo processo:

Comitê de Empreendimentos

Com caráter técnico, suas atribuições são:

    • Analisar do ponto de vista técnico as demandas de obras da universidade, realizando uma melhor qualificação destas demandas e prepará-las para a decisão.
    • A partir dos critérios definidos para cada tipo de obra, analisar as demandas e pontuá-las nestes critérios.
    • Com base nas metodologias de análise multicritério, propor um ordenamento das demandas.
Grupo de Suporte Técnico

Grupo técnico formado por profissionais da DEPI, cujas atribuições são:

    • Auxiliar a comunidade no que diz respeito à melhor caracterização das necessidades de obras.
    • Auxiliar no levantamento de informações sobre demandas, auxiliando a preparação das informações para tomada de decisão.

Documentos:

Comissão de Planejamento Estratégico Institucional - COPEI

No novo modelo, a Comissão do Planejamento Estratégico Institucional direciona, do ponto de vista estratégico, os investimentos em obras na Universidade:

    • É responsável por integrar e direcionar a gestão de empreendimentos aos objetivos do Planejamento Estratégico Institucional. Direciona, portanto, os investimentos em obras.
    • Aprova o ordenamento proposto pelo Comitê Assessor de Empreendimentos, definindo a prioridade de cada um dos investimentos em obras.

Documentos:

Conselho Universitário - CONSU

Órgão máximo de deliberação da Universidade, é responsável por definir o montante anual a ser investido em obras, juntamente com a Proposta de Distribuição Orçamentária.

Equipe

Talita de Almeida Mendes – ramal 14372/18101

Wellington de Oliveira – ramal 15694